27 de ago de 2008

essencial.

tá tudo diferente.
olhos secos pela fumaça.
garganta emaranhada.

um sorriso de algodão
em face de gesso.

uma dúvida que não cala
uma boca que não esclarece.

um ontem, que enterrei.
uma saudade que não senti.

um caminho que descobri.
um sorriso que eu dei.

uma verdade que descobri.
uma mentira, que esquecí.

um hoje, com cara de amanhã.
um amanhã... com vontade de ser hoje.

tudo tangível. tátil.
tá tudo assim.
invisível aos meus olhos.

mas não, ao meu coração.

Nenhum comentário: