1 de abr de 2009

tributo



não. mulheres não choram.
não, mulher... não chore mais.
pega teu rebanho, ao primeiro raio da lua,
e segue teu caminho, mulher.
por que não, mulheres não choram mais.

apaga teu passado, a cada passo que dá.
balança a tua criança, pro teu senhor não acordar.

segue teu caminho, vai se embora,
vái! agora...
por que não... mulheres não podem mais chorar.

foi embora, é passado,
já passou aquele tempo,
que o suor do teu senhor,
tinhas que secar

não mulher, a outra face?
não vais mais dar.
e o egoísmo?
não vais mais aceitar.

não, mulheres não choram,
não imploram mais.

vais com o tempo,
à luta, à lutar.
o teu rebento, sozinha, educar.

mas não, não chore mais.

Nenhum comentário: