21 de abr de 2010

ad infinitum


pé por pé, andando na direção oposta a qualquer fator, que me lembrasse você...
um noventa graus me traz a visão, me tira o disfarce,
me dá agulhadas de satisfação.


deixo de lado a hipocrisia,
e de uma vez por todas as outras todas...

admito;

o prazer de receber a consciência,

a confirmação,
que o fator determinante do não acontecer de uma história,
acaba de determinar o não acontecer de outra.


e o ciclo vicioso de um mundo repetitivo acaba de me acenar,

com o sádico sorriso, ele me diz:

- ei, eu existo.

2 comentários:

Felipe Melo disse...

hey, apple!

Ana Luiza disse...

É amiga, não dá pra negar o inegável muito tempo...

Sabes, sei, sabemos bem disso!

Então deixa a roda girar, até o momento em que chegaremos no ponto certo ou de descer ou de ir ainda mais alto!

Amo vc, amo o que escreves, tinha q ser minha parceira mesmo, minha hermana!

Beijos da Nalú!