6 de abr de 2010

quem.te.luz?


nós? tal qual gía.
no anoitecer de mais um dia...
teu sol não esquentou,
a luz (hoje fria), daminha mente...

toque de nuvem,
vem... me tirar do chão.

ao alcance de um dedo,
tua imagem que divido,
volta a embaçar minha visão.

hoje a saudade esfria,
a luz quente da lembrança.
(e aperta meu coração.)






Nenhum comentário: