4 de ago de 2010

hide and seek.


é no frio da minha mente estagnada, que passo.
sem meu presente, na minha cegueira decorada, não vejo futuro.

e cem tivos, faltam-me os motivos, quando assim a esmo, não falta mais nada.
e, de um não querer, sem saber, encaixar

fecho os olhos pra ver;
- saída não há.

me encontro, perdido.
sem meus porques,
cem razões,
escondido.

Nenhum comentário: