19 de abr de 2011

Ad eternum


As coisas continuam no lugar que você deixou,
A falta que você faz, ninguém nunca mensurou.

Ainda falta aquele pedaço, do meu coração...
Que contigo, Amigo, você carregou.

Sessenta dias, parecem-me uma eternidade...
Se eu disser, que são sessenta dias de saudade.

Um comentário:

MaHh disse...

Saudade eterna!