16 de mar de 2012

Menima Mimada


É tudo, queridão uma questão de audição. Eu digo sim, você escuta sim. Eu quero pra agora. Dá pra ser?
Se não for assim... Vou lá, cato minhas coisas... E vou-me embora.
Bicuda. Chutando tudo. E ái da sombra, se ficar no meu caminho.
É tudo, queridão... Uma questão de sim ou não. Cabe a mim decidir, se você fica, ou não.
Uma questão de opinião. Eu dou a minha, e você acata... Sem precisar de empurrão.
É tudo, uma questão de previsão... Fui criada no dendê. Mais lisa que sabão. Preciso explicar porquê?!
E ái, de você... Queridão! Se me deixar de molho, eu derreto... Sumo, me espatifo.
Então, é uma questão de previsão.
Pode demorar, ou vai saber, quem sabe? Eu não...
Mas o fim é certo.
Já lhe adianto, em primeira mão.

Ei. Que sonho bobo... Não?!

Nenhum comentário: