28 de out de 2008

sublime


um medo do novo, e só.
um sorriso, uma torre,
varias cores.

uma rua, duas ruas,
e vem, chega, vai,
mas deixa

não só.

uma sorte, um acaso,
um arrepio.

um quente, no frio.
um olhar, no vazio.
uma música, no aberto.
um incerto.

um beijo que é esperado,
caminho que é traçado,
ontem, superado.

um abraço na hora certa,
uma saudade que aperta.

uma rima, que soa música.

novos ares,
novos medos,
um frio na barriga,
um suspiro,

e só,
é só,
você.

Um comentário:

Pleiba disse...

Meu é vc quem escreve isso?! :o
Mto bom viu \o/ caraca!!!
bjuzz