28 de fev de 2009

clichê infantil.



hoje, ele sorriu de maneira diferente. e o olhar, antes perdido, havia encontrado.
os passos antes longos, hoje amanheceram apressados.
o abraço esfriou, a boca não beijou, a verdade apareceu.
então, se escutaram por minutos, fingiram se importar.
hoje, eles vão sair sozinhos. cada um com sua culpa a arrastar.
hoje, a distância sufocou o que nem o destino conseguiu juntar.

Nenhum comentário: