11 de jan de 2011

bem, obrigada.


e numa estética disforme,
mais um clichê declarado e aberto.

silêncio.
as palavras cativas, das pontas dos dedos,
dão lugar a um vazio completo,
um branco sereno,
um toque repleto.

é pleno [rimado],
mesmo que ao fim do dia,
continue sendo, claramente, incerto.

Nenhum comentário: