17 de mai de 2011

flor alada


Me pegou pela mão, e me cuidou d'alma.
Abriu os seus ouvidos, escutou minhas loucuras,
Me alugou seu ombro... Me pediu paciência, calma.

Me confortou, quando me desesperei... Me pôs fogo, quando eu congelei...
Enxugou as lágrimas que eu derramei... E estava lá, todas as vezes que eu precisei.
És a mais bela flor alada, que um dia encontrei.

Por isso, colhí com tanto carinho...
E naquele meu jardim, plantei.

Um comentário:

Li =] disse...

vc é linda! minha amiga linda!
obrigada por tudo! vc sabe que não me abandonou tb...que tá aí nesse turbilhão comigo...e que fazemos dele a nossa roda gigante =)